Autores

Meu%20pai%20e%20eu!_edited.jpg

Vítor Kawakami, paulista de Araraquara, mudou-se a Minas Gerais em 2003 e durante alguns anos lecionou língua e literatura pela rede pública de ensino. É autor do livro de poemas bem me-queres malmequeres (Sêlo Editorial, Belo Horizonte, 2008) e do diário de viagem sem roteiro tristes périplos (Edições do Farol, 2004). descontos é seu primeiro trabalho como contista. Idealizador do Sempre-viva Boletim Poético, periódico de poesia que atuou no Vale do Jequitinhonha (prêmios Pontos de Leitura 2008 e Pontos de Mídia Livre 2009 do Ministério da Cultura), coordenou a sala de leitura no Centro Cultural de Milho Verde e foi um dos fundadores da Sempre-viva Editorial. Atualmente realiza estudos de pós-graduação em literatura hispano-americana pela Universidade de São Paulo. 

 Obras do autor: bem-me-queres malmequeres, sem roteiro tristes périplos, descontos, Sempre-viva Boletim Poético.

 

 Contato: sacagrilos@yahoo.com.br

 

67351740_2407097222945213_16662908237145

Sílvio Neves, nascido em Barroso/MG, é escritor e editor, além de servidor público federal. Publicou dois livros de poemas: Pluriverso (editora Por Ora, Belo Horizonte, 1997) em coautoria com Ramon Maia, e Águas (Mundo de Cetim, Belo Horizonte, 2006). Em Milho Verde – Minas, onde reside, coordenou o Sempre-Viva Boletim Poético durante três anos. Pela Sempre-Viva Editorial, editora na qual compõe o conselho, lançou o livro de contos Ecos de não lucidez (2015), organizou o livro Memórias de um catopê (2015), a coletânea Um certo Rosário (2019) e o projeto Antônio Justino Ribeiro – O Pai Velho (2020).

 Obras do autor: Pluriverso, Águas, Sempre-viva Boletim Poético, Ecos de não lucidez, Memórias de um catopê, Um certo Rosário, Antônio Justino Ribeiro - O Pai Velho.

 Contato: silviocerrado@gmail.com

IMG-20161111-WA0000_edited.jpg

Gabriel Ferreira é natural de Belo Horizonte, tendo cursado Ciências Biológicas na UFMG. Professor na rede particular de ensino da capital mineira, em revistas especializadas publicou artigos técnicos e comunicações científicas referentes à Ecologia, Zoologia e Ambientalismo. Em 1990 teve dois contos selecionados no Concurso Nacional de Literatura Cidade de Belo Horizonte, publicados na Antologia de Conto.

 Obras do autor: Antologia de Conto, A Escadaria do Acaso.

 Contato: gaborgabriel13@gmail.com

99108196_1142114032792514_51252389903366

Mércio Mota Antunes nasceu na cidade de Montes Claros/MG no ano de 1982. Bacharel em Direito, Advogado, Mestre em Direito pela Universidade de Brasília (UnB), Professor Universitário das disciplinas Direito Penal e Direito Constitucional, é autor do livro Direitos do Usuário: consumo pessoal de drogas no Brasil (Editora Catrumano, 2016). 

 Obras do autor: Direitos do Usuário: consumo de drogas no Brasil, Cruz Rosária e outros contos.

 Contato: zmercioz@gmail.com

foto marcelo fallahin.jpg

Belorizontino, Marcelo Fallahin atua como multi-instrumentista, compositor, arranjador e editor focando especialmente em produção e direção musical. Bacharel em violão, cursou a UFMG, UNESP e UEMG onde se graduou. Especializou-se em música camerística barroca e oriental. Atua como professor de música em sua escola e em vários conservatórios de Minas Gerais há cerca de 20 anos. Compôs um acervo de peças para violão, que inclui peças para violão solo, um concerto para violão e orquestra, orquestra de violões e estudos. Realizou centenas de transcrições e arranjos para violão especialmente do período Barroco, além de produzir restaurações e edições profissionais de métodos e obras dos séculos XIX e XX.

 Contato: marcelofallahin@hotmail.com

 

38446380_1736252609815261_12813688194906

Ivo Silvério da Rocha é natural de Milho Verde - MG, lavrador como profissão, dedicando boa parte da sua vida ao trabalho nas rocas e garimpos da região,  ficou nacionalmente conhecido como um dos últimos guardiões no Brasil dos vissungos, cantos de origem Banto, e chefe do grupo Catopê, guarda de Nossa Senhora do Rosário de Milho Verde, região do Serro. Foi premiado em 2008 pelo Ministério da Cultura com o Prêmio Culturas Populares Mestre Humberto de Maracanã, além de ter recebido também o Prêmio Territórios Quilombolas 2008, na categoria Experiências e Memórias, outorgado pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário, que culminou na publicação de seu texto "Corre as minhas lágrimas" em livro editado em 2012. Escritor memorialista, o Sr. Ivo teve sua primeira publicação em 1988, resultado do 1° Concurso Estadual de Redação Popular promovido pela SUCOM/MG, em que obteve o 2o lugar com o texto “Uma simples história...".

Joubert Horta Alves é Zu, milhoverdense da nascente do rio Jequitinhonha, criador de uma acumulada obra literária, gráfica e escultórica elaborada em

aproximadamente quatro décadas de paciente trabalho perfeccionista em isolamento do mundo. A força e a originalidade de sua arte brotam e 

ganham dimensão universal de um encontro fascinante entre a modernidade e o sertão.

11173399_773967332710998_431366420346966

Damião Cordeiro, o menino Danza, veio à luz do mundo real na comunidade de Lagoa, Serranópolis de Minas. Graduado em Letras (PUC-SP), de quando em quando engole uns sapos e, às vezes, perde o pulo para a vida. Já foi um metropolitano, mas, hoje imerso em seu interior poético, planta legumes, colhe palavras, e com essa rede de palavras pretende pescar leitores. 

 Contato: poetadoacaso13@gmail.com

IMG-20201224-WA0006.jpg

Natural de Curvelo, Minas Gerais, Lu Moreira reside em sua terra natal. Desempenhou por mais de uma década a função de psicoterapeuta na capital Belo Horizonte.  

É artesã e pintora. O DESPERTAR DE LAURA é seu primeiro livro.

WhatsApp Image 2021-06-24 at 16.41.34.jpeg

Ramon Maia, natural de Belo Horizonte, onde reside, cresceu em Brumadinho, Minas Gerais.

Escreveu também a narrativa curta Bernardo, o pequeno livro de prosa poética Memória do Infortúnio e as aventuras em poesia experimental Quiásmim e Pluriverso, este em parceria com o poeta e editor Sílvio Neves. Produziu letras para músicas, compostas pelo violonista e musicista Helvécio Viana. Sua paixão pela literatura de Dostoiévski o levou a uma breve estadia na Sibéria e a uma mais longa em Moscou, para estudar Língua e Cultura Russas.

Contato: maiaramon@gmail.com

foto da autora.jpg

Michelle Andreazzi é cantora, compositora e poeta, nascida em Belo Horizonte em 1982. Fundadora do grupo Capim Seco, atualmente é integrante do ANA – coletivo musical de mulheres autoras, vocalista do bloco de carnaval Então Brilha e regente do Maria Faceira, grupo de mulheres cantoras de Milho Verde - MG. Lançou seu primeiro disco solo À margem em 2018, com músicas de sua autoria e de alguns parceiros.

Contato: miaandreazzi@gmail.com

WhatsApp Image 2021-10-26 at 16.31.05.jpeg

Alonso Tôrres é professor de Literatura na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, campus de Aquidauana. Já publicou Entre construções e ruínas (análise dos sentidos do espaço na literatura brasileira), Notas de Rodapé (crônicas sobre literatura, teatro e cinema) e o livro infantil Histórias de Dulce e a livraria mágica.


Contato: jatfreire@yahoo.com.br​​

logo verde sempre-viva - psd trans 2.png